Curiosidades do Mundo PET

Home    /    Curiosidades

Border Collie

10 de Setembro de 2020

O Border Collie surgiu inicialmente como uma raça de pastoreio, principalmente de ovelhas, pois a criação de ovinos é bem comum em seu país de origem. Natural da região Anglo-Escocesa, é considerada uma raça jovem, com surgimento recente, tendo aparecido há pouco mais de 100 anos (Paes, 2012).

A nomenclatura dessa raça provém do local onde se desenvolveu, região dos vales dos Borders, fronteira entre a Inglaterra e a Escócia, (AKC, 2015). Sua aparência é quase “padronizada” devido ao colar branco na altura do pescoço em contraste com a pelagem totalmente preta. Em relação a pelagem desses animais, ela pode ser longa ou curta, geralmente com duas camadas de pêlos. Sua coloração mais comum é o preto, mas existem exemplares das mais variadas cores, geralmente variando entre o marrom e o branco com pintas e manchas espalhadas pelo corpo. Podem ainda apresentar heterocromia e as orelhas não apresentam um padrão, podem ser totalmente caídas, eretas ou semieretas (AKC, 2015).

É uma raça de porte médio, com altura aproximada entre 50 a 58 cm nos machos, sendo que as fêmeas são pouco menores, geralmente entre 45 a 53 cm. São animais que podem pesar de 15 a 25 kilos em média, sendo cães extremamente ativos. Sua expectativa média de vida é de 12 a 15 anos (VetSmart, 2020).

A principal característica dos Border Collie é sua capacidade cognitiva elevada além também da obediência. É considerada atualmente como a ração de cão mais inteligente do mundo (Coren, 1995), e quando devidamente treinada, é capaz de desempenhar atividades incríveis como identificação e busca de objetos, além de aprender com grande facilidade e armazenar as memórias e comandos de seu aprendizado. Não são considerados uma raça de cães agressivos, mas sim, extremamente dóceis e carismáticos, sempre observando com atenção e concentração tudo o que seus donos ou tutores estão fazendo.

Outra principal e famosa característica do Border Collie além da inteligência é sua capacidade elevada em lidar com o pastoreio de rebanhos. Essa característica foi selecionada através da cruza de centenas de gerações anteriores de cães que apresentavam comportamento forte no pastoreio. Isso é um comportamento compulsivo da raça, então é bem comum que o Border Collie observe com fixação, imite e até persiga outros animais que convivam com ele, mas sempre mantendo uma certa distância (Laurence, 2019). Ao

contrário da grande maioria das raças de pastoreio, a raça Border Collie não juntava ou conduzia de volta os rebanhos através de latidos ou da agressividade, mas sim, posicionando-se em frente às ovelhas, fazendo o uso de sua própria silhueta e olhar para intimidar os animais e fazer com que estes lhe obedecessem.

Um fato curioso sobre essa raça é que, além de serem conhecidos principalmente pela sua inteligência elevada e capacidade de resposta rápida aos comandos dos seus donos na hora do pastoreio, os Border Collies utilizados nos pastoreios são predominantemente pretos, já que as ovelhas geralmente não respondem aos cães de cor marrom/gengibre ou totalmente brancos (Laurence, 2019)

Devido ao seu brilhantismo e elevada agilidade, atualmente, em algumas provas de competição internacionais de cães, existe uma certa dominância de cães da raça Border Collie, existindo nesses casos um ranking denominado QRMBC (Qualquer Raça Menos Border Collie)

É um animal de comportamento extremamente acrobático, atlético e energético, e geralmente se tornam animais extremamente exigentes quando mantidos como animais de estimação e companhia, sendo um péssimo candidato para pessoas que moram em apartamentos, devido principalmente à falta de espaço. O que destaca os Border Collie antes das suas características físicas, é, principalmente, o seu comportamento, jeito, habilidades e obediência.